Quem Somos

A partir de 1995, as atividades assistenciais do PROTER foram ampliadas com a criação do ambulatório didático para expandir o atendimento e permitir o treinamento em serviço dos médicos residentes. Os atendimentos, realizados pelos residentes e estagiários, às segundas-feiras, são supervisionados pelos médicos assistentes do grupo, e as discussões dos casos são acompanhadas por uma equipe, constituída por: psiquiatras, geriatras, psicólogos, neuropsicólogos, terapeutas ocupacionais, e fisioterapeutas. A partir dessas discussões, decide-se a conduta psiquiátrica e as eventuais avaliações ou intervenções que serão feitas pela equipe multidisciplinar. Na área de captação do Hospital das Clínicas, em média, têm sido atendidos cerca de 120 pacientes novos a cada ano, muitos dos quais, permanecem em atendimento ambulatorial em nosso grupo, ou dependendo da necessidade, são internados na enfermaria de Geriatria.

Ambulatórios

Ambulatório Didático

A partir de 1995, as atividades do grupo foram ampliadas com a criação do Ambulatório Assistencial Didático para expandir o atendimento e permitir o treinamento em serviço de médicos residentes.

O ambulatório didático do PROTER vem recebendo residentes do segundo ano e terceiro ano do IPq e de outros Estados Brasileiros e da América dos Sul.

O sistema de atendimento é pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Atendimentos realizados pelos residentes e supervisionados pelos Assistentes do Instituto de Psiquiatria do HCFMUSP. Os atendimentos têm sido diferenciados pelo fato de obter uma equipe multidisciplinar: psiquiatras, geriatras, psicólogos, terapeutas ocupacionais, neurologistas, fisioterapeutas e etc.

Ambulatório de Demências

As atividades assistenciais desse ambulatório começaram em 2003, inicialmente com duas psiquiatras colaboradoras, as Dras. Lyssandra T. dos Santos e Rita de Cássia Gomes Marques. Desde o início, a entrada dos pacientes foi feita através de um protocolo estruturado, que envolve a aplicação do teste cognitivo Cambridge (CAMCOG), que faz parte da “Entrevista Estruturada para Diagnóstico de Transtornos Mentais em Idosos” (CAMDEX), e contém o Mini-Exame do Estado Mental, a escala clínica para demência (CDR), além de dois instrumentos aplicados aos informantes dos pacientes, o Inventário Neuropsiquiátrico, e a escala Bayer para avaliação das atividades de vida diária. Os pacientes são avaliados através desses instrumentos, sendo  feita a investigação para demência, com solicitação de exames laboratoriais e de neuroimagem. Em seguida, todos os casos são discutidos em reuniões semanais pela equipe, para definir os diagnósticos sindrômico e etiológico, e a conduta mais adequada para cada paciente. Os pacientes são acompanhados para se avaliar a resposta ao tratamento com os inibidores das colinesterases, e desde 2007, este seguimento foi sistematizado, para permitir o estudo de fatores associados à resposta ao tratamento. 

Equipe

Coordenadoria

Prof. Dr. Geraldo Busatto Filho
Coordenador
Dra. Tânia Correa de T. Ferraz Alves
Sub-coordenadora

Equipe Médica

Rita Cecília R. Ferreira

Psiquiatra

Débora P. Bassitti

Psiquiatra

Jefferson C. Folquitto

Psiquiatra

Tíbor Rilho Perroco

Psiquiatra

Viviane Massoni

Psiquiatra

Camila Muniz

Psiquiatra

Guilherme Kenzzo

Psiquiatra

Jorge Silveira

Psiquiatra

Eduardo V. Campanha

Psiquiatra

Eduardo Cesar Q. Gonçalves

Psiquiatra

Alberto de Simone

Psiquiatra

Fábio Porto

Neurologista

Laís L. Kahtalian

Psiquiatra

Laura Eliza Rego

Psiquiatra

Arthur Penido

Psiquiatra

Salma Rose I. Ribeiz

Psiquiatra 

Nayra Raissa T. Lima

Psiquiatra

Equipe Multiprofissional

Juliana E. Yokomizo

Neuropsicóloga

Patricia Buchain

Terapeuta Ocupacional

Domingos Jr. Rodrigues dos Santos

Neuropsicólogo

Contato