Ambulatórios

Ambulatório Didático

A partir de 1995, as atividades do grupo foram ampliadas com a criação do Ambulatório Assistencial Didático para expandir o atendimento e permitir o treinamento em serviço de médicos residentes.

O ambulatório didático do PROTER vem recebendo residentes do segundo ano e terceiro ano do IPq e de outros Estados Brasileiros e da América dos Sul.

O sistema de atendimento é pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Atendimentos realizados pelos residentes e supervisionados pelos Assistentes do Instituto de Psiquiatria do HCFMUSP. Os atendimentos têm sido diferenciados pelo fato de obter uma equipe multidisciplinar: psiquiatras, geriatras, psicólogos, terapeutas ocupacionais, neurologistas, fisioterapeutas e etc.

Ambulatório de Demências

As atividades assistenciais desse ambulatório começaram em 2003, inicialmente com duas psiquiatras colaboradoras, as Dras. Lyssandra T. dos Santos e Rita de Cássia Gomes Marques. Desde o início, a entrada dos pacientes foi feita através de um protocolo estruturado, que envolve a aplicação do teste cognitivo Cambridge (CAMCOG), que faz parte da “Entrevista Estruturada para Diagnóstico de Transtornos Mentais em Idosos” (CAMDEX), e contém o Mini-Exame do Estado Mental, a escala clínica para demência (CDR), além de dois instrumentos aplicados aos informantes dos pacientes, o Inventário Neuropsiquiátrico, e a escala Bayer para avaliação das atividades de vida diária. Os pacientes são avaliados através desses instrumentos, sendo  feita a investigação para demência, com solicitação de exames laboratoriais e de neuroimagem. Em seguida, todos os casos são discutidos em reuniões semanais pela equipe, para definir os diagnósticos sindrômico e etiológico, e a conduta mais adequada para cada paciente. Os pacientes são acompanhados para se avaliar a resposta ao tratamento com os inibidores das colinesterases, e desde 2007, este seguimento foi sistematizado, para permitir o estudo de fatores associados à resposta ao tratamento.